Convide seus amigos para fazer parte da Socie usando o seu link de afiliado: Clique aqui

Os serial killers mais terríveis do Japão

Você lembra algum serial killer japonês na sua mente? Então, conheça agora os criminosos com as mentes mais insanas do Japão. Listamos os 5 mais perturbadores serial killers japoneses.

Um serial killer (ou assassino em série) é um tipo de criminoso de perfil psicopatológico que comete crimes com certa frequência, geralmente seguindo um modus operandi. Curiosamente, os Estados Unidos, com menos de 5% da população mundial, produziu 84% de todos os casos conhecidos de serial killers desde 1980.

Mas você lembra algum serial killer japonês na sua mente? Então, conheça agora os criminosos com as mentes mais insanas do Japão. Listamos os 5 mais perturbadores serial killers japoneses.

1 – Seito Sakakibara

Seito Sakakibara é considerado um dos mais sinistros casos envolvendo crianças psicopatas assassinas no mundo, hoje ele tem 35 anos de idade e vive livre. Quando tinha 14 anos, em 1997, matou duas pessoas, e atacou outras três na região de Kobe. Ele já foi chamado de “Garoto A” e “Onibara”, mas o seu pseudônimo é  “Sakakibara Seito”  (酒鬼薔薇 聖斗) que significa álcool, demônio, rosa, santo e luta.

Em 15 de Março de 1997, Ayaka Yamashita, de 10 anos, ela havia sido espancada até a morte com uma barra de ferro. Três outras garotas foram atacadas na mesma região. Um mês depois, em 27 de maio de 1997, ele matou  Jun Hase . O estudante fora decapitado com uma serra manual e para dar um ar de filme de terror ao assassinato, havia um bilhete dentro da sua boca, escrito com tinta vermelha.

 

Identificado um caso de psicopatia infantil, ele foi levado para tratamento psiquiátrico, onde ficou internado por 6 anos. Após isso, foi solto. Em 2015, lançou uma autobiografia na qual contava com detalhes os assassinatos cometidos.

 

2 – Sataro Fukiage

Sataro Fukiage foi um serial killer e estuprador temido do início do século 20. Entre 1906 e 1924, o homem matou 7 mulheres, além de estuprá-las. Ele foi julgado por três dos setes casos, mas seu número exato de vítimas é desconhecido.

Ele estuprou várias mulheres além das vítimas do assassinato e, de acordo com uma teoria, ele estuprou pelo menos 93 meninas. Algumas estimativas dizem que ele estuprou mais de 100 mulheres.

 

3 – Miyuki Ishikawa

Miyuki Ishikawa também ficou conhecida como Parteira Assassina. Acontece que ela era uma parteira que assassinava crianças na década de 1940. Algumas contagens estimam que ela tenha matado mais de 160 pessoas, porém, o número de vítimas oficiais é de 103 crianças. Ela é a serial killer japonesa que mais matou seres humanos. Apesar de tudo isso, quando finalmente foi pega pela polícia, pegou apenas quatro anos de prisão.

 

4 – Tsutomu Miyazaki

Tsutomu nasceu prematuro em 21 de agosto de 1962. Nascido com as mãos permanentemente retorcidas e fundidas aos pulsos, ele se isolou desde cedo e durante a escola. Ele ganhou vários apelidos: “O Assassino Otaku”, “O Assassino da Pequena Menina” e “Drácula”. Ele comeu a mão de quatro meninas em idade pré-escolar antes de matar todas as vítimas, e acabou sendo executado por enforcamento em 2008. Sim, ele além de ser assassino, também era um canibal e necrófilo.

 

5 – Takahiro Shiraishi

O caso mais recente é de Takahiro Shiraishi, preso no dia 22 de março, foi citado pela polícia dizendo a eles: “Eu queria ser um gigolô”.

Ele admitiu ter matado e desmembrado um total de oito mulheres e um homem em seu apartamento em Zama, na província de Kanagawa, segundo a polícia.

 

Quando a polícia vasculhou a unidade, eles encontraram nove cabeças humanas e outras partes do corpo, incluindo pernas e braços em caixas de armazenamento e refrigeradores.

“Eu, então, queria viver a minha vida de forma livre e fácil”, disse ele à polícia. Ele então criou uma conta no Twitter e começou a postar comentários que davam a falsa impressão de que ele queria cometer suicídio.

Em agosto de 2017, ele conheceu uma mulher de 21 anos, que sugeriu no Twitter que ela era suicida. Ela lhe deu 510 mil, que ele usou para alugar um apartamento.“Eu fiz bem pela primeira vez. Eu também queria satisfazer meus desejos sexuais ”, disse Shiraishi, segundo a polícia.

Ele então a assassinou e escondeu seu corpo, disse a polícia.A polícia acredita que este caso pode ter sido o catalisador da matança subsequente.

 

Fontes: Wikipedia, Asahi Shimbum, Medim.com

Mais artigos: